Nossso site agora esta em nova casa. Acesse agora www.bibliotecaevangelica.com

Pesquisar neste blog

quinta-feira, 1 de novembro de 2007

O Amor de Deus

Se desejam ser capazes de ver o amor de Deus neste grande processo, precisam considerar como Ele deu Seu Filho. Ele não deu Seu Filho, como vocês talvez tenham feito ou venha a fazer, para alguma profissão ou carreira, e através da qual vocês talvez ainda possam desfrutar da sua companhia; mas Ele enviou Seu Filho para o exílio entre os homens. Ele O enviou àquela manjedoura, em forma humana perfeita, mas a princípio como uma criança. Ali Ele dormia, onde o gado se alimentava. O Senhor enviou o herdeiro de todas as coisas para labutar numa oficina de carpinteiro, usando o martelo, a serra e a plaina. Ele O enviou para o meio de escribas e fariseus, cujos olhos astutos O observaram, e cujas línguas cruéis O açoitaram com calúnias do mais baixo nível. Ele O mandou para sofrer fome e sede, e para viver em pobreza tal que não tinha onde encostar a cabeça. Ele O enviou ao mundo para ser vergastado e coroado de espinhos, dando as costas aos flageladores e a face aos que Lhe arrancaram a barba. Finalmente Deus O entregou à morte — uma morte de criminoso, morte por crucificação. Contemplem a cruz e vejam a angústia dAquele que morreu sobre ela; e vejam como o Pai O entregou — até o ponto de esconder Seu rosto dEle, e agir como se não tivesse nada a ver com Ele! "... lamá sabactâni" nos revela quão completamente Deus deu Seu Filho para redimir as almas dos pecadores. Ele O entregou para ser feito maldição por nós — deu-O para que morresse, "o justo pelos injustos, para levar-nos a Deus".
Extraído do livro Amor Imensurável, ed. PES.
Mensagem proferida por C.H. Spurgeon em 07 de Julho de 1885

veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...