Nossso site agora esta em nova casa. Acesse agora www.bibliotecaevangelica.com

Pesquisar neste blog

quarta-feira, 28 de abril de 2010

FIRMES - UM CHAMADO À PERSEVERANÇA DOS SANTOS


A resposta moderna - e mundana - para melhorarmos a vida é geralmente "siga em frente". Se há conflitos em seu casamento, se a sua igreja se esfacela, se o seu chefe o incomoda e as pessoas se opõem a você, abandone-os. Faça uma mudança. Busque o que é melhor para você. 
 
Mas a Palavra de Deus apresenta outro padrão - um belíssimo valor que, embora difícil, leva à mais profunda satisfação e a grande recompensa: a perseverança.
Essa perseverança duradoura e firme, que mantém o curso, é especialmente necessária em nossa geração vacilante. 

Este livro não somente exalta a virtude da perseverança fiel e piedosa, mas também dá testemunho do seu poder diário na vida dos cristãos por meio do exemplo de John Piper e quatro servos dedicados de Cristo (John MacArthur, Randy Alcorn, Jerry Bridges e Helen Rosenveare). 
Avaliação
Este livro é resultado de uma conferência realizada em Setembro de 2007 onde estes quatro servos de Deus trouxeram diferentes perspectivas a respeito da perseverança dos santos nos dias de hoje. 

* Jerry Bridges apresenta as ações essências e fundamentais que capacitam aos crentes combaterem o bom combate e terminar bem a vida cristã.
* John Piper aborda como podemos envelhecer para a glória de Deus. Para tanto o crente precisa viver de modo que Deus é digno de glória e totalmente satisfatório
* John MacArthur mostra como podemos sobreviver diante de todo o ataque que este mundo desfere contra os crentes através de uma exposição da vida de Paulo em 2 Coríntios.
* Randy Alcorn (irmão de Jim Elliott) mostra através de sua própria vida como Deus os ensinou a perseverar em meio a tremendas perdas pessoais motivados pelo exemplo de Jesus.
* Helen Roseveare apresenta como ser perseverante ao longo da vida mesmo diante de tamanhas atrocidades da vida.

O livro termina com uma entrevista feita por Justin Taylor e todos os colaboradores deste livro onde ele aborda algumas questões apresentadas em cada estudo.

Indicação
Os quatro colaboradores deste livro são autores que precisamos ouvi-los com frequência por sua fidelidade às Escrituras e lealdade a Deus.

Sua leitura será um desafio ao crente de modo geral ao apresentar como podemos e devemos ser perseverantes em nossas vidas à medida que peregrinamos por este mundo. 

Ele apresenta um desafio pertinente para nosso mundo cada vez mais instável e volúvel. 

Veja também o hot-site do livro: clique aqui

Ficha Técnica 
Editores: John Piper e Justin Taylor
Editora: Fiel
Formato: 14x21 - 174p - brochura
1 Edição - 2010

terça-feira, 27 de abril de 2010

COMO AJUDAR UM NOVO CONVERTIDO - 4

4. Incentive-o a Orar

A oração é uma das diciplinas mais importantes para a vida do cristão. Ao mesmo tempo é envolta em nossos dias de muita controvérsia e enganos.

Em poucas palavras orar é conversar com Deus.

Por meio da oração podemos nos aproximar de Deus, mostrar o que se passa em nós e em nossas vidas. A oração não muda a Deus mas nos leva diante dEle onde podemos expor o que passamos.

Existem pelo menos três bons motivos pelas quais devemos orar:

1) Deus ordenou que orássemos - 1 Ts 5.17
2) Jesus em seu ministério orou - Lc 11.1
3) Deus espera que oremos - Mt 6.5-9

A oração é a expressão  de comunhão do homem regenerado com Deus e pode ser feita em diversos ambientes, tais como quando estou dirigindo, digitando algo no computador, ao lavar louça, etc. 

Ela é importante pois com ela aprendemos muito de quem somos e que precisamos sempre dEle para nos orientar e dirigir nossas vidas. Nela revelamos nossa total depedência de Deus.

Estude com ele as grandes orações dos homens piedosos da Bíblia, tais como Abraão (Gn 18); Moisés (Nm 12); Salomão (2Rs 3); Neemias (Nm 1); Paulo (Ef 1;3) dentre tantos outros. Veja como eles oraram e aprenda com os exemplos que deixaram.

Ao orar não procuramos moldar Deus com nossos anseios, antes, ela nos ensina a moldar-nos segundo os propósitos e princípios deixados por Deus. Sendo assim, a oração molda-nos e nos faz homens mais parecidos com Cristo.

Estas perguntas nos ajudam a pensar sobre nossas orações:

* O que estou pedindo e/ou falando com Deus se amolda com a sua vontade revelada nas Escrituras?

* Existe algum princípio que violarei com isto que tanto desejo?

* Isto fará com eu seja mais parecido com Cristo e identificado como um homem piedoso?
* É sábio?
* Entendo que Deus soberanamento pode não me atender e mesmo assim ficarei contente com sua provisão?

Creio que estas perguntas nos ajudariam bastante e são úteis para nos direcionar em nossas orações.

quinta-feira, 22 de abril de 2010

COMO AJUDAR UM NOVO CONVERTIDO 3


3. Estudem a Bíblia juntos

O estudo bíblico é um dos investimentos mais valioso e importantes que podemos oferecer a alguém. Este tempo investido e bem aproveitado a seu tempo renderá os seus devidos frutos.  

Procure ensinar-lhes os primeiros passos de uma vida com Deus. Alguns assuntos poderão ser: A salvação, hora silenciosa, comunhão com outros irmãos, perdão, obediência, propósito da vida do crente, dentre outros.

Tire suas dúvidas à medida em que vão estudando os trechos bíblicos. Não tenha pressa em acabar um estudo, caminhe a medida que ele for aprendendo. Mas lembre-se que este estudo é mais um compartilhar de vida, bem dirigido e orientado, visando a participação da pessoa e não simplesmente um monólogo.

Ao surgir um dúvida ou um situação não relacionada diretamente ao tema, converse com ele, não deixe de lado. Aproveite esta oportunidade para abordar o tema, ou mesmo estudar com mais calma e voltar ao assunto em outro encontro.

Lembre-se que ele ainda não tem tanta familiaridade com a Bíblia. É bem provável que ele não conheça a ordem dos livros, seus personagens e muita de suas palavras. Para isso é importante que você o ajude e lhe dê várias dicas de como ele pode encontrar os livros, familiarizar-se com a forma e com o texto. Lembre-se também que você de certa forma já tem um pouco mais de facilidade com o texto que a pessoa.


Estimule-o a ler a Bíblia com frequência. Você pode ajudá-lo, ao escolher um livro e fazerem um propósito de lerem juntos. Mostre como isso é importante e como ele pode aprender mais e crescer à medida que aprender este simples hábito. At 17.11; 2 Tm 3.15-17

terça-feira, 20 de abril de 2010

COMO AJUDAR UM NOVO CONVERTIDO 2

Explique a importância da igreja local
 

Quando uma pessoa se converte ela passa a fazer parte do corpo de Cristo chamado igreja. Será ali que ela crescerá em sua vida com Deus por meio da comunhão com os irmãos. E isso ocorre na igreja local.

A igreja é um organismo vivo e não uma organização, um edifício espiritual formado de “pedras vivas”, pessoas salvos por Deus que fazem parte grupo – 1 Pe 2.4-5, do qual Cristo é a Pedra Fundamental – 1 Pe 2.6-7.

Ao nascermos de novo, nos tornamos filhos de Deus e passamos a fazer parte da família de Deus - Ef 2.19-20. Nos reunimos na igreja para adorar a Deus, receber alimento espiritual por meio do ensino expositivo das Escrituras e testemunhar ao mundo da vida que Deus em Jesus Cristo, e ter comunhão com outros irmãos. 

A igreja é o organismo criado por Jesus Cristo, sendo Ele o seu mentor e dono - At 9.5; 20.28; Ef 1.22-23.
 
Por isso é tão importante estar junto com outros irmãos nas reuniões da igreja. Você deve incentivá-lo de duas formas: primeira, por meio de seu exemplo pessoal. Não adianta você afirmar que algo é bom e importante para a vida de alguém se você mesmo não tem isso como prática de vida. Mais do que falar, suas práticas demonstram o quanto você crê e como isso é importante para você - 1 Jo 1.5-7. 


Outra maneira de integrá-lo na igreja local é por meio de seu incentivo pessoal. Incentive-o a participar das reuniões, da escola dominical, e dos encontros que sua igreja promove. Caso ele tenha algum problema para ir, se prontifique a ir buscá-lo em sua casa e quando estiver na igreja, procure entrosá-lo com outras pessoas. Conte as pessoas mais próximas a você quem ele é, e quando ele estiver na igreja, apresente-os aos seus amigos. - Hb 10.24

Lembre-se disto, Deus escolheu a igreja local como o lugar onde os crentes crescem em sua vida cristã.

segunda-feira, 19 de abril de 2010

COMO AJUDAR UM NOVO CONVERTIDO 1

Ajudar alguém em seus primeiros passos na vida cristã é um dos maiores privilégios que uma pessoa pode ter na vida. 

Ao mesmo tempo é um enorme desafio ajudá-lo a crescer em Cristo, dar os seus passos e viver com o tempo com suas próprias pernas.


Muitas vezes nos preocupamos com a evangelização e damos pouca ou quase nenhuma atenção àquelas pessoas que tomaram uma decisão ao lado de Cristo. São como bebês que são largados no mundo para viver por conta própria.

É responsabilidade do crente maduro auxiliar outros em sua vida espiritual. Esse é um dos motivos pelos quais a igreja foi deixada neste mundo: para testemunhar aos outros sobre o amor de Deus e também para trazer o crescimento espiritual àqueles que aceitam o Senhor, o que chamamos de discipulado. Como membros responsáveis do corpo de Cristo é nosso dever cuidar destas novas almas que se aproximam de Deus a fim de auxiliá-las em seu crescimento ao lado de Deus.

Eis aqui algumas dicas para ajudar nesta nova etapa:

1. Certifique-se de sua decisão
 

Revise com clareza os pontos de salvação, mostrando a razão porque ele tomou aquela posição.  Estude alguns textos com ele e por meio de perguntas abertas deixe que a pessoa se expresse livremente. Eis algumas dicas de perguntas abertas:
- O que você entende que este texto diz?
- Você poderia me contar como você aceitou a Cristo?
Uma boa pergunta para se fazer neste momento é: Se você comparecesse diante de Deus hoje e Ele lhe perguntasse: o que você tem a oferecer para entrar no céu?

Deixe ele responder com suas própria palavras. Caso ele tenha dúvidas, use as Escrituras para mostrar-lhe o plano de Deus para a sua vida.
 
Preste atenção se sua decisão não foi momentânea; movida por uma emoção ou mesmo alguma necessidade. 


Cuidado para não contar a sua experiência e torná-la normativa e ao mesmo tempo não prestar atenção ao que a outra pessoa diz.

Estes versículos o ajudarão neste estudo:  Jo 3.16, 5.24, 6.39; Rm 3.23; 6.23; 10.9-10; 1Jo 5.11-12

SEGUIDORES

Se você deseja receber informações neste blog, faça uma inscrição em SEGUIDORES no link ao lado nesta página.

quarta-feira, 14 de abril de 2010

Deus Responde a todas orações?


"Deus deseja que oremos e deseja responder às nossas orações, mas Ele faz o nosso uso da oração como privilégio, fundir-se com o Seu uso da oração como disciplina. Para recebermos respostas à oração precisamos cumprir os termos de Deus. Se negligenciarmos os Seus mandamentos, as nossas petições não serão levadas em consideração. Ele somente alterará situações à solicitação de almas obedientes e humildes. O sofisma, Deus-sem-responde-às-orações, deixa sem disciplina o homem que ora. Pelo exercício desta peça de lisonjeiro casuísmo, ele ignora a necessidade de viver sóbria, justa e piedosamente neste mundo, e de fato entende a peremptória recusa de Deus a responder oração como sendo a própria resposta. É natural que tal homem não cresça em santidade; que nunca aprenda a lutar e a esperar; que nunca saiba o que é ser corrigido; que nunca ouça a Deus, convocando-o para ir avante; que nunca chegue ao ponto em que estaria moral e espiritualmente apto para ter respostas das as suas orações. Sua filosofia errônea o arruinou."


A. W. Tozer
Citado em:
Homem, habitação de Deus
Ed. Mundo Cristão, p.71-72

terça-feira, 13 de abril de 2010

O Papel da Igreja neste Mundo


Qual o papel da igreja na sociedade? O que ela é e deve fazer? 

Se acaso perguntássemos a vários crentes: "qual o papel da igreja?" talvez teríamos uma grande variedade de respostas, como por exemplo: 

  • A igreja existe para louvar a Deus;
  • A igreja existe para consolar as pessoas e dar esperança;
  • A igreja existe para trazer a justiça social;
  • A igreja existe para levar o evangelho aos perdidos;
  • A igreja existe para ser um farol na comunidade;
  • A igreja existe para apoiar causas nobres;
Existe muita confusão a respeito do  papel da igreja neste mundo, o que e como ela deve se comportar. 

O que a Bíblia tem a dizer? O Senhor Jesus, seu fundador e fundamento apresenta na grande comissão o que ele esperava da igreja. Vejamos:

"Ide, portanto, fazei discípulos de todas as nações, batizando-os em nome do Pai, e do Filho, e do Espírito Santo; ensinando-os a guardar todas as coisas que vos tenho ordenado; e eis que estou convosco todos os dias, até a consumação do século." - Mateus 28.19-20
Este é um dos últimos encontros do Senhor Jesus com os seus discipulos, antes da Sua ascenção na Galiléia. Encontramos aqui de forma simples o plano de Deus para a sua igreja.

Encontramos neste texto tanto a razão fundamental pela qual a igreja deveria trabalhar. Existem aqui quatro verbos importantes: ide, fazei discipulos, batizando, ensinando.

Quando estudamos a língua grega, descobrimos que este texto possui na verdade um imperativo e três partícipios. O verbo  é "fazer discipulos" Ele se encontra no imperativo; os outros verbos (particípios) são consequências do primeiro. 

Muitas igrejas tem caído no erro de imaginar que o seu papel se resume a evangelizar, entendendo que a grande comissão se resume a isso.  Evangelizar é fundamental e importante, mas dentro da grande comissão, ele é parte de um todo.  Ir e compartilhar as boas novas fazem parte do propósito da igreja, mas não cumprem totalmente o seu papel. Quantas igrejas estão domingo após domingo "evangelizando" os seus membros e se esquecendo de alimentá-los com a verdade.


O Senhor Jesus neste texto apresenta o seu projeto e plano para sua igreja. Este projeto tem um alvo que são realizados por três digamos subalvos. Fazer discipulos é o grande projeto de Cristo, evangelizar, batizar e ensinar completam o conceito de fazer discípulos.

Fazer discipulos que sejam seguidores dEle, que procurem em sua vida assemelharem-se a Ele (Rm 8.29-30).

Foi isso que Jesus fez em seu ministério aqui na terra. Ele veio ao mundo, se envolveu com pessoas, levou-as a um compromisso com Deus e as ensinou. Este processo que Ele fez com os seus a partir daquele momento deveria ser reproduzido na vida de outras pessoas por meio dos discipulos de Cristo.

Portanto, nossa vida aqui na terra deveria refletir este propósito divino. Nossas igrejas deveriam avaliar suas práticas e perguntar como cumprimos esta comissão.

Creio que Jesus deixou em seu ministério registrado nas páginas dos Evangelhos diversas orientações e exemplos práticos de como podemos e devemos cumprir esta missão ordenada por Ele a sua igreja.

segunda-feira, 12 de abril de 2010

AMANDO A DEUS DE TODO O ENTENDIMENTO

Como é possível concentrar-se nas coisas alegres e verdadeiras da vida pressionada pelas preocupações do dia-a-dia e, às vezes, atormentada pelo medo, pela ansiedade, pela depressão? Como podemos nos concentrar nas dádivas de Deus quando as preocupações e problemas tomam conta de nossa vida? 
Elisabeth George procura apresentar como podemos viver uma vida de alegria, concentrando-se naquilo que é bonito, puro e bom. 


Avaliação
Neste livro a autora selecionou as promessas mais preciosas para ela ao longo de sua vida, onde faz uma estudo de alguns versículos que ela decorou ao longo dos anos. 


São textos conhecidos por todos nós explicados com simplicidade sem simplismo e que nos ajudam a refletir nas bençãos que Deus já nos concedeu. 


Indicação
Este livro de Elisabeth George é precioso pois ela trata de assuntos atuais e relevantes a toda mulher, tais como ansiedade, preocupação, perdão, provações, questões que precisamos lidar em nosso cotidiano.


Com um guia de estudo ao final, auxilia muito em sua aplicação e utilização em pequenos grupos, EBD ou até mesmo individualmente. Ele pode ser usado também para acompanhamento de discipulado e aconselhamento bíblico, dando ao conselheiro e ao aconselhado uma boa orientação para os encontros e estudos.

Ficha Técnica
Autores: Elisabeth George

Editora: Hagnos
Formato: 14x21cm - 250pg. - Brochura
3 Edição: Junho - 2003

MULHERES AJUDANDO MULHERES

Um livro escrito para mulheres cristãs que desejam compartilhar com outras mulheres o consolo, a esperança e o encorajamento que a Bíblia tem a oferecer em resposta aos seus problemas. 

Avaliação

Com sua vasta experiência e conhecimento bíblico as autoras conseguem expor diversos assuntos com as quais as mulheres lidam em sua vida. Apresentam diversas orientações práticas, bíblicas e relevantes.

Um livro bem organizado e com assuntos bem relevantes ao universo feminino, tais como mães solteiras, educação de filhos, relacionamento com maridos descrentes, etc. 


Indicação 


Pessoas que estesjam envolvidas com ministério de aconselhamento aproveitaram muito as orientações deste livro.

Pastores, líderes de grupos femininos, jovens e adolescentes encontrarão nele um guia sólido de como lidar com os problemas e lutas que uma mulher enfrenta.

Ficha Técnica
Autoras: Elyse Fitzparick & Carol Cornish
Editora: CPAD
Formato: 15 x 23cm - 593pg. - brochura 

quinta-feira, 8 de abril de 2010

O JESUS QUE NUNCA EXISTIU

Anualmente na época da páscoa e natal as emissoras de televisão, as revistam lançam algum programa e artigos para falar e avaliar a pessoa de Jesus. Geralmente tais reportagens são conduzidas por pessoas que não creem em Jesus e nas afirmações contidas nas Escrituras.
Este livro mostra que Jesus só pode ser conhecido por intermédio dos relatos daqueles que o viram, o ouviram e o tocaram. O retrato de Jesus que essas pessoas apresentam foram confirmados pela igreja primitiva e se tornaram, para nós, o meio de descobrir o Jesus que realmente existiu. Falsos cristos sobejam em nosso mundo hoje, mas você pode conhecer o único que é a verdade, a vida e o único caminho para Deus.

Avaliação:
Quem era na verdade Jesus? Diante das indagações que o homem sempre fez a respeito de Jesus Wayne House procura apresentar nesta obra muito bem elaborada o que a Bíblia ensina sobre ele. O livro é dividido em três grandes partes; na primeira ele apresenta como Jesus foi conhecido em sua época, tanto pelos judeus como pelos cristãos. Na segunda parte, ele apresenta como a pessoa de Jesus foi distorcida pelos homens através dos séculos em vários segmentos, tais como teológico, filosófico, artistico, outras religiões, etc. A terceira parte apresenta como a Bíblia apresenta Jesus, fazendo uma exposição simples e objetiva de sua pessoa e ministério.

Indicação:
Como o próprio autor afirma este livro não é um trabalho acadêmico, antes, é um pequeno tratado da vida e ministério de Jesus. 
Ele visa o leitor comum, aquele que tem um genuíno interesse em conhecer o que a Bíblia apresenta sobre Jesus.
Professores, alunos de siminário, crentes em geral apreciaram muito a leitura desta obra.

Ficha Técnica:
Autor: H. Wayne House
Editora: Hagnos 
Formato: 13 x 20 - 424p. - brochura
1 Edição - 2010

quarta-feira, 7 de abril de 2010

DICAS PARA OS PAIS

"Dicas para pais" mostra-nos que os padrões estabelecidos por Deus para a família devem prevalecer sobre os padrões culturais e temporais. Escrito há muito tempo por Gardiner Spring e com o minucioso trabalho do Dr. Tedd Tripp, incluindo suas notas e comentários. 


Avaliação
Este é o segundo livro em português de Tedd Tripp. Nele o autor amplia os conceitos ensinados por um pastor do século XIX, Gardiner Spring, fazendo interessantes comentários e sugestões de aplicações na educação dos filhos.


É um livro pequeno, mas precioso, com orietações práticas e relevantes na edução dos filhos. Feito com esmero e cuidado, ele tem uma boa encadernação e um excelente papel que facilita a leitura.
 
Indicação
Todos os pais que estão preocupados em educar bem os seus filhos devem ler este livro e aplicar várias de suas dicas.


Professores que tem o desejo de alcançar o coração de seus alunos verão que algumas dicas que ele oferece são preciosíssimas.


Pastores querendo aprender mais e crescer em seu ministério pastoral aprenderão muito com este pequeno volume.

Ficha Técnica
Autores: Gardiner Sprint e Tedd Tripp

Editora: Fiel
Formato: 14 x 21cm - 80pg. - Brochura
1Edição: 2006

A VITALIDADE DA FÉ

O profeta Daniel é lembrado por todos nós como um dos grandes profetas das Escrituras e  pelos eventos incríveis  que passou em sua vida. Lembramos de Daniel como o homem que revelou os sonhos a Nabudonossor. Lembramos de Daniel na cova dos Leões, e também de seus amigos na fornalha acesa.

Porém, há um evento que é tão importante quanto todos estes, pois revela como um homem pode se manter fiel a Deus, a despeito do local onde ele vive e trabalha por tantos anos.
No final de sua vida, com aproximadamente 80 anos, lemos esse pequeno parágrafo em seu livro: "...no primeiro ano de seu reinado, eu, Daniel, entendi pelos livros, que o número de anos que falara Jeremias....era de setenta anos" (Daniel 9.2). Este é um dos trechos que passa despercebido, pois logo abaixo há uma oração piedosa e marcante feita por ele. 

Entretanto, se olharmos com mais atenção veremos um fator importante na vida de Daniel. Mesmo idoso, tendo passado por tantos reinos e anos buscando e servindo a Deus, ele ainda mantinha um costume, uma atitude que fez dele um homem especial (piedoso). Ele ainda estudava as Escrituras. Daniel entendia que mesmo tendo passado muitos anos e permanecido fiel a despeito de onde estava e do que lhe ocorrera, ele ainda buscava nas Escrituras o alimento sólido para balisar a sua vida.

Certa feita, em uma viagem, um jovem encontrou-se com um grande pregador de seu país. Um homem conhecido por sua mensagem e por sua vida. Ao encontrar-se com ele perguntou qual era o grande segredo de uma vida tão piedosa e uma mensagem tão poderosa. Ao que o pregador respondeu: "Enquanto você gastar mais tempo com esta revista que com este livro (a Bíblia), saberá mais coisas a respeito desta revista do que deste livro". 

Daniel entendia o valor do estudo pessoal das Escrituras e isso fez diferença em sua vida.  Daniel nos ensina com esta simples atitude que uma vida piedosa sempre passará por um estudo aplicado das Escrituras.

terça-feira, 6 de abril de 2010

BELA AOS OLHOS DE DEUS


Deus revela carinhosamente a você a visão que Ele tem da beleza, apresentando as magníficas características da mulher de Provérbios 31: atitude positiva quanto ao futuro, espírito criativo e graça feminina.

Com sensibilidade e sabedoria, Elizabeth George expõe o coração dessa mulher e incentiva você, leitora, a cultivar as mais raras virtudes da beleza:

* firmeza de caráter
* fidelidade para honrar o casamento e a família
e compaixão pelos necessitados
* espírito empreendedor para prover às necessidades do lar
* disciplina e visão para conduzir a vida com sabedoria.

Avaliação

Mais um livro de Elisabeth George onde ela traça uma comparação da sabedoria do livro de Provérbios personifica na mulher do capítulo 31, procurando tirar lições preciosas para a vida de toda a mulher. 

Ele está muito bem feito, com sua diagramação e apresentação que chamam a atenção do leitor.

Indicações
Um livro interessante e desafiador para uma vida temente a Deus. Elisabeth procura extrair estes preciosos tesouros de provérbios para a vida do dia a dia da mulher.
Um dos pontos fortes deste livro é o seu guia de estudo para cada capítulo possibilitando o seu uso em pequenos grupos, no discipulado ou mesmo para um estudo pessoal.


Ficha Técnica

Autora: Elisabeth George

Editora: Hagnos
Formato: 14 x 21 cm - 288pg. - Brochura
3 Edição: 2003

MÃE SEGUNDO O CORAÇÃO DE DEUS

Com muita sabedoria e encorajamento, Elisabeth oferece idéias e sugestões que o tempo comprovou serem úteis e valiosas para ajudá-la na criação de filhos de todas as idades. Neste livro você descobrirá:

* Princípios fáceis de aplicar que tornam a maternidade agradável e efetiva;
* Maneiras específicas para você ensinar a seus filhos que Deus os ama e cuida deles;
* “Pequenas escolhas” que você pode colocar em prática um grande impacto;
* Percepções especiais sobre a paternidade e estratégias oferecidas por um pai cristão.

Avaliação:

Este livro fala especificamente a respeito da educação de filhos e da importância que a mãe tem nesta tarefa. Suas aplicações práticas baseadas na Bíblia mostram que é possível sair da teoria e aplicá-las bem as Escrituras à vida da criança. 

Este livro mostra que este desafio pode ser concretizado e como pode ser feito debaixo da orientação sábia de Deus, por meio de sua Palavra.

Suas dicas são simples, mas não são superficiais, e procuram atingir o ponto central na educação de filhos, o seu coração. 

 

Indicação:
Como o próprio título indica, as mães serão beneficiadas com a leitura desta importante obra. 


Mulheres que já tem seus filhos poderão ganhar uma nova perspectiva na edução. Futuras mamães serão beneficiadas com coceitos que ajudam a nesta importante tarefa.

Ficha Técnica

Título: Mãe Segundo o Coração de Deus
Subtítulo: Dez maneiras de amar a seus Filhos
Título Original: A mom after God`s own heart
Autora: Elisabeth George

Editora: Hagnos
Formato: 14 x 21cm

263 páginas
Acabamento: brochura com abas
1 Edição: Abril - 2006

ISBN: 8524303492

segunda-feira, 5 de abril de 2010

COMENTÁRIO DE EFÉSIOS - JOÃO CALVINO


O comentário de Efésios escrito por João Calvino é um dos clássicos da literatura cristã. Calvino destaca-se pela firmeza, precisão de suas convicções bíblicas e profundidade de sua teologia. Não obstante, quando escrevia ou pregava, apresentava a mensagem do Evangelho com humildade, simplicidade, clareza e absoluta submissão às Escrituras.

Avaliação

João Calvino foi um dos maiores teólogos do cristianismo. Viveu na França e na Suiça, onde foi pastor, teólogo e um dos mais importantes homens da reforma protestante.
Mesmo sendo um livro antigo, seus comentários permanecem atuais, relevantes e bem elaborados.

Calvino deixou para a igreja evangélica inúmeros livros, dentre eles, o seus comentários bíblicos, agora reproduzidos em português pela editora Fiel.

O livro foi muito bem preparado pela editora, desde a sua capa, a escolha do papel, a fonte, formato. Nele o leitor encontrará um comentário exegético bem estruturado por este grande homem de Deus.

Indicação

Juntamente com toda a série que está sendo publicade, este é um bom comentário feito por um homem que amava as Escrituras e especialmente a Deus. Pastores, líderes, professores de teologia deveriam ter em sua biblioteca esta coleção para consultá-la sempre que precisarem.

Este é um livro para consulta e referência que será muito usado por todos aqueles que desejam se aprofundar no estudo da Bíblia.

Ficha Técnica 

Autor: João Calvino
Editora: Fiel
Formato: 14x21cm - 161pg
1Edição: Fevereiro 2007

TEOLOGIA SISTEMÁTICA - CHAFER


Este é um dos clássicos da Teologia Sistemática. Aqui você encontra uma coleção completa que expõe com precisão a teologia cristã. Em suas páginas é apresentado um estudo alicerçado nas Escrituras Sagradas por meio de uma metodologia de pesquisa transparente e lúcida. Ele oferece ao leitor uma obra bem documentada e com recursos úteis à pesquisa e ao estudo doutrinário. 

Avaliação
Esta importante obra de teologia sistemática escrita pelo fundador do Dallas Theological Seminary é um dos compêndios mais completos de teologia já publicado em português.

Ela procura abordar de forma coerente com as Escrituras os pontos mais importantes da Teologia de modo extensivo, abrangente, avaliando os vários pontos de vista doutrinários.

Ele está dividido em oito volumes, todos encadernados, e divididos pelos temas principais. Eis o conteúdo de cada volume:  Tomo 1: (vol.1) Prolegômenos, Bibliologia, Teontologia; (v.2) Angelologia, Antropologia; Tomo 2: (v.3) Soteriologia, Eclesiologia; (v.4) Escatologia; Tomo 3: (v.5) Cristologia; (v.6) Pneumatologia; Tomo 4: (v.7) Sumário Doutrinário; (v.8) Índices Biográficos.

Indicação
Este é um livro essencial a todos os estudantes de Teologia. Pastores, líderes de igreja e todos os que querem conhecer mais profundamente os conceitos mais relevantes da doutrina evangélica encontraram nesta obra um vasto campo de estudo sério e relevante da Palavra de Deus.
Ficha Técnica
Autor:Lewis Sperry Chafer
Editora: Hagnos
Formato:16 x 23cm - 2576pg. - Capa Dura - 8 volumes a
1 Edição: Março 2003

JESUS SEGUNDO AS ESCRITURAS

Como as Escrituras, especialmente os evangelhos retratam a pessoa de Jesus Cristo?
É esta pergunta que Darell Bock procura responder. Emobra não seja um estudo histórico de Jesus, Bock demonstra de forma coerente um retrato de Jesus que imerge dos evangelhos.

Avaliação
Estudar a a vida de Jesus é sempre um desafio e este livro procura cumpri-lo. A partir dos relatos dos evangelhos, o autor estuda os evangelhos mostrando como Ele é apresentado pelos primeiros evangelistas.


Ele não é um livro técnico, nem ao menos procura argumentar a respeito do Jesus histórico, mas procura estudar os evangelhos de maneira sistemática.

Os estudos estão divididos em ordem cronológica, porém o evangelho de João é colocado à parte num estudo especial dele.



Sua composição é bem feita e fácil de se situar nele, já que o livro trabalha com as histórias apresentadas nos evangelhos. Para isso o autor criou um guia onde você pode estudar as passagens que tem interesse sem necessáriamente ler o livro inteiro.

Indicações
Darrel Bock, é professor do Novo Testamento há muitos anos no Dallas Theological Seminary, de onde surgiu este livro. Antes de ser publicado ele foi usado por muitos anos em sala de aula tanto no Dallas com em outros importantes seminários americanos.


Ele é indicado a todos aqueles que querem conhecer mais a respeito da pessoa do Senhor Jesus, entender um pouco mais dos evangelhos e suas diferenças.

Professores do Novo Testamento, pastores terão uma exelente obra de estudo em suas mãos, escrita por um autor conservador e acima de tudo bíblico.

Ficha Técnica
Autor: Darrell L. Bock
Editora: Shedd Publicações
Formato: 16 x 23cm - 618pg. - 

Acabamento: brochura com abas
1 Edição: Abril 2006

O INCOMPARÁVEL CRISTO


Jesus Cristo tem sido a figura dominante na cultura ocidental há dois mil anos e seu nascimento é a referência do nosso calendário. Ele é o centro das Escrituras, conforme declarou Lutero: "todas as Escrituras, em cada parte dela, trata somente de Cristo". Ele é o coração da mensagem que incontáveis cristãos atravessaram terras e mares, continentes e culturas para transmitir-la.

Avaliação


Este livro originalmente era uma série de prelgrações feita na cidade de Londres no ano 2000, onde John Stott aborda a  pessoa de Jesus Cristo apresentada no Novo Testamento e através da história.

Stott dividiu o seu livro em quatro partes: 1) O testemunho de Cristo no Novo Testamento; 2) O testemunho da igreja ao longo dos séculos; 3) A influência de Cristo ao longo da história e, 4) O que Jesus significa para nós hoje, em um estudo baseado no livro de Apocalipse.

Neste livro há uma vasta  pesquisa tanto no Novo Testamento quanto na história da igreja. A parte bíblica foi dividida como está dividida o Novo Testamento,  ao enfatizar o que cada autor relata a respeito da pessoa de Jesus. Já a parte histórica apresenta como Jesus foi apresentado ao longo da história por grandes grandes teológos. Há também um destaque especial para o livro do Apocalipse, tendo toda uma seção dedicada a ele, onde o autor aborda qual a importância de Jesus para os crentes hoje em dia.

Indicação


John Stott é um excelente pregador e os seus livros demonstram isso. Ele procura sempre expor de forma didática e bíblica os seus conceitos.

Este livro é bem elaborado. Nele Stott aborda os principais aspectos da pessoa de Cristo, tanto na Bíblia, quanto na história.

Ficha Técnica
Autor: John Stott
Editora: ABU
Formato: 14 x 21cm - 250pg. - brochura
1 Edição: 2006

veja também

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...